Aula 17 - Investimentos em Coligadas, Controladas e Joint Venture

01/07/2015 19:26
Prezado(a) Aluno(a), 

Seja bem-vindo(a) a Aula 17 – Investimentos em Coligadas, Controladas e Joint Venture 

No Brasil e no mercado internacional, os gestores das empresas buscam a diversificação e ou a penetração em novos mercados como forma de sobrevivência e de crescimento. Para atingir estes objetivos as empresas adquirem outras empresas, investem na aquisição de participações, ou se associam na forma um negócio conjunto.
A forma como o controle é exercido e o tamanho da influência na empresa investida determinam o tratamento contábil a ser aplicado para o investimento realizado na aquisição de participações no capital de outras entidades e, portanto, a normatização empregada para consolidar, avaliar a equivalência, ou apenas contabilizar um investimento societário.
Assim, se justifica que estudemos a contabilização e a divulgação de informações financeiras destas transações, para que investidores possam tomar decisões mais apropriadas sobre seus investimentos em participações de capital.

Vamos tratar destes investimentos sob os aspectos de reconhecimento, mensuração e divulgação contábil?

Bons estudos a todos!
 
Currículo Materiais da Aula Fórum Atividade Preparatória
Currículo do Professor Materiais da Aula Fórum
Atividade 1

 
Atividade Preparatória
Atividade 2
Pergunta Dissertativa Aula ao Vivo Mensagem da Tutoria Avaliação da Aula
Pergunta Dissertativa - PBL 
Atividade 3
 
Aula ao Vivo
10/03/2015 - 20h às 22h
17/03/2015 - 20h às 22h
Mensagem da Tutoria Avaliação da Aula
 
Profa. Dra. Maísa de Souza Ribeiro



  • Livre docência em Tratamento Contábil aos Créditos de Carbono.
  • Doutorado em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo - USP, em 1998.
  • Mestrado em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo - USP, em 1992.
  • Graduação em Ciências Contábeis pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP, em 1986.
  • É professora titular do Departamento de Contabilidade da FEA-RP/USP, tendo abordado na sua tese de livre docência o tratamento contábil aos créditos de carbono.
  • Atualmente é RDIDP da Universidade de São Paulo.
  • Tem experiência na área de Contabilidade, com ênfase em Contabilidade Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: balanço social, contabilidade ambiental, responsabilidade social.

 

Para maiores informações, acesse: 
http://lattes.cnpq.br/4427718592325203

 
Bibliografia BásicaBibliografia Básica


Pronunciamento Técnico CPC 18 (R2) – Investimento em Coligadas, em Controlada e em Empreendimento Controlado em Conjunto.
Fonte: COMITE DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS (CPC). Pronunciamento Técnico CPC 18 (R2) – Investimento em Coligada, em Controlada e em Empreendimento Controlado em Conjunto Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade – IAS 28 (IASB – BV 2012). 2012.
Disponível em: http://static.cpc.mediagroup.com.br/Documentos/263_CPC_18_(R2)_rev%2007.pdf
Acesso em: 02 mar. 2015
Palavras-chave: Equivalência Patrimonial; Participação Societária; Valor Recuperável.

 

 
Bibliografia ComplementarBibliografia Complementar



Escolhas contábeis no reconhecimento de joint ventures de companhias abertas brasileiras: consolidação proporcional versus método de equivalência patrimonial
Fonte: PONTES, G. A et al. Escolhas contábeis no reconhecimento de joint ventures de companhias abertas brasileiras: consolidação proporcional versus método de equivalência patrimonial. In: XIV CONGRESSO USP CONTROLADORIA E CONTABILIDADE. Escolhas contábeis no reconhecimento de joint ventures de companhias abertas brasileiras. São Paulo, 2014. Pg 1-16
Disponível em: http://www.congressousp.fipecafi.org/web/artigos142014/287.pdf
Acesso em: 02 mar. 2015
Palavras-chave: Escolhas Contábeis; Joint Ventures; Consolidação Proporcional; Método de Equivalência Patrimonial.



Investimentos avaliados pelo método da equivalência patrimonial – Erro na contabilização de dividendos quando existem lucros não realizados
Fonte: SANTOS, A.; MACHADO, I. M. Investimentos avaliados pelo método da equivalência patrimonial – Erro na contabilização de dividendos quando existem lucros não realizados. Revista de Contabilidade e Finanças, 39. Nov/Dez 2005.
Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcf/v16n39/v16n39a02.pdf 
Acesso em: 02 mar. 2015
Palavras-chave: Consolidação; Demonstrações Contábeis; Dividendos; Lucros Não Realizados e Método de Equivalência Patrimonial.



Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio em Investimentos no Exterior e Conversão de Demonstrações Contábeis
Fonte: FIPECAFI. Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio em Investimentos no Exterior e Conversão de Demonstrações Contábeis. In: ______Manual de Contabilidade Societária: Aplicável a todas as Sociedades de Acordo com as Normas Internacionais e do CPC. São Paulo: Atlas, 2ª. Edição, 2013. p. 209-221.

 

 

Aula 17 - Investimentos em Coligadas, Controladas e Joint Venture